Quanta

Da França para o Japão

O cardiologista João Vítola, diretor da Quanta Diagnóstico por Imagem, de Curitiba, e presidente da Sociedade Paranaense de Cardiologia, chegou a pouco do ESC - Congresso da Sociedade Europeia de Cardiologia e Congresso Mundial de Cardiologia, que ocorreu em Paris, na França, onde apresentou pesquisas inéditas, e já está de malas prontas para Sapporo, no Japão. O médico participará como conferencista do “Workshop Regional de Aplicações Clínicas da Multimodalidade de Imagem Cardíaca em Ambiente Clínico”, evento que ocorre de 30 de setembro a 4 de outubro naquele país. Vítola apresentará uma análise interativa de caso do uso do exame MPI-SPECT (Perfusão Miocárdica com Tomografia Computadorizada por Emissão de Fóton Único) demonstrando, entre outros fatores, o uso apropriado desse exame não invasivo de cardiologia nuclear e seu papel na avaliação da doença arterial coronariana.

Os objetivos do workshop, organizado pela Agência Internacional de Energia Atômica (IAEA) na Universidade de Hokkaido, em Sapporo, no Japão, é melhorar o tratamento de doença cardíaca por meio de capacitação, apresentando uma perspectiva global da cardiologia nuclear. Estará presente a chefe da Seção de Medicina Nuclear e Diagnóstico por Imagem da Divisão de Saúde Humana do Departamento de Ciências Nucleares e Aplicações da IAEA, Diana Paez, entre outros nomes de destaque internacional na medicina nuclear, como o professor Marcelo DiCarli, chefe do setor de imagem cardíaca na Universidade de Harvard em Boston, Estados Unidos.